Um ser estranho

Todos nós, seres deste planeta, olhamos para cima. Um barulho ensurdecedor havia preenchido o silêncio do imenso espaço. Uma luz vinha em nossa direção em uma velocidade não muito controlada. O que era aquilo? Uma estrela desgovernada? Ao longe eu podia ouvir os gritos dos outros, provavelmente apavorados por verem um objeto de tamanha magnitude vindo ao nosso encontro.

Em questão de segundos,  estávamos em nossos respectivos esconderijos esperando, até então, a morte certa.

Um tremor. Foi tudo o que senti. Ao olhar, um monstro saía de sua armadura de metal, estranhei. O que era aquilo? Ser estranho! Só quatro membros? E uma cabeça apenas?

O medo e a curiosidade se misturavam dentro de mim me deixando confuso.

Sai de dentro do esconderijo e me aproximei do desconhecido. A curiosidade fora maior do que o temor, mas ele continuava ali, instalado em meu peito.

Olhei melhor para a coisa e ouvi ele pronunciar algo:

-Jjfiwenufgowmrg!

-Como? –perguntei.

E esse foi o começo de uma grande aventura interplanetária.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s