Luzes, no Plural (Roteiro do filme 2)

Minha pequena grande Lua, saudades imensas. Você sabe que apesar de uma parte minha ter ido com você para tão longe, a outra continua aqui. E continua a mil. Às vezes sinto que você me abandonou. Minha pequena grande Lua, você me esqueceu? É… Acho que sinto sua falta… E é nesses momentos que me surge a necessidade de pensar em algo se não você. (Mel)

 

Lua… Outro dia me aconteceu uma coisa. Queria contar a alguém, mas só consigo me abrir com você, porque você não me julga e sempre fala a verdade. Estou me sentindo sozinha. Mas para falar a verdade, até que é bom ficar na escuridão. (Alice)

 

Querida Lua, tudo bem? Já faz algum tempo que não nos vermos, não é mesmo? Estou com muitas saudades de você, filha. Ontem à noite sonhei com você, sabia? Tipo, a gente estava na mesma escola. Quando acordei queria que tudo aquilo fosse verdade: nós duas juntas, uma do lado da outra, conversando, contando fofoca, falando de meninos… Mas eu não sinto que você ainda está perto de mim. (Juliana)

 

Hey Lua! Como vão as coisas por aí? Escola, família, balé? Já achou outras pessoas para nos substituir? As coisas aqui vão… Bens… É um tanto estranho não ter você aqui entre nós… Um dia desses fomos acampar! Sim, conseguimos convencer a Nat a ir junto! Mas que seja. Estávamos lá, na mata olhando para as estrela, para o brilho, para o começo… (Giulia)

 

Talvez tudo comece com a luz, talvez a própria vida comece com a luz.

 

Aliás, para que esse excesso de luz? Qual o problema com a escuridão? Por que ao acendermos cada faísca temos o principio de afastar aquele sentimento ruim? Sentimento esse de solidão, abandono, medo de ser consumido pelo desconhecido. Parecemos mosquitos, sempre caminhando para a luz, o aconchego, a segura vida, seguindo para a mesma direção que a sociedade impôs falando que é o correto. Será que devemos simplesmente aceitar isso como cachorrinhos, sem questionar? Será que esse é o certo? É certo ser massificado sem questionar? Odeio pensar que não percebi que a ausência da luz é um princípio da luz. (Alice)

Parece-me, que em nosso caminho encontramos lugares luz, palavras luz, livros luz, momentos e pessoas luz. Talvez esses últimos os mais importantes. Há diferentes espécies de brilhos. Há o brilho da cidade, carros, prédios, boates, lojas; algo artificial, pouco duradouro. O brilho das estrelas, da lua, do sol; natural, puro. Não posso esquecer-me do mais importante de todos: o seu brilho interior; o mais lindo e eterno.  (Natália)

E depois as pessoas luz… Ah essas pessoas! Elas às vezes são a luz tão e esperada em meio da escuridão e às vezes como os raios do sol que simplesmente aparecem na manhã. São aquelas que fazem nosso peito transbordar de alegria… (Juliana)

Sempre ouvimos de filmes, principalmente de comédia, a famosa frase: “Não siga a luz!”, quando um dos personagens está morrendo. Mas por que isso? A luz não seria vida? Agora seria a morte? Que contraste estranho esse, não? A luz poder ser tanto a vida como a morte. Mas a morte no final das contas não seria um merecido descanso por ter sobrevivido nessa vida maluca? Para mim o melhor presente que alguém poderia dar-me é a morte. O melhor que já fora me dado, foi a vida. (Giulia)

Talvez a luz esteja dentro de nós, escondida ou com medo de aparecer. Acho que esses momentos luz são fragmentos da vida que saltitam, brincam, voam e brilham… Brilham tanto que muitas vezes iluminam uma existência inteira. São os momentos que de tão especiais sentimos a luz com todos os sentidos, mastigamos luz, respiramos luz vemos e deixamo-nos ser tocados pela luz. Ou talvez sejamos muito cegos e às vezes levamos décadas para enxerga-la. Mas se pelo menos se isso fizermos será o suficiente. (Mel)

Mas talvez a vida seja uma constante busca pela luz, a luz que a gente não conhece ou pensa que nunca viu. E de repente quando a gente menos espera…

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s